Sleek I-Divine Respect

/
5 Comments
Olá pessoal!

 O ano passado comecei uma pequena rubrica onde falo individualmente de cada paleta da sleek que eu e a minha irmã temos, de forma a conseguir ajudar-vos a escolher qual a mais indicada para vocês.
 Hoje é dia de falar numa edição limitada e embora já não se encontre disponível, nunca se sabe quando a poderão trazer de volta, portanto prefiro falar dela também... Esta pertencia à edição Shangri-La e chama-se Respect.

 Como a paleta que falei anteriormente, esta é muito compacta e resistente, com um espelho que cobre toda a tampa facilitando a aplicação da maquilhagem e um pincel de dupla esponja que considero inútil.


 Penso que, sem contar com as Ultra matte, esta é a paleta com um maior conjunto de sombras sem brilho, tendo um total de oito tons matte e quatro tons shimmer. Para além disso ainda tem uma excelente selecção de tons neutros e de transição, com alguns toques de cor para permitir maquilhagens um pouco mais alegres. 


 Apesar dos tons coloridos serem um pouco berrantes acho-os muito fáceis de conjugar, tornando esta paleta perfeita para o dia-a-dia. No entanto, esta é a primeira paleta da sleek em que algumas sombras são secas e outras super macias, mas nada que impeça de fazer uma boa maquilhagem, torna-se é essencial o uso do primer para obter um look mais opaco.


 Como podem ver os tons são realmente bonitos, uns mais pigmentados que outros, mas todos eles visíveis com o uso do primer, que foi o lápis jumbo da NYX no tom Milk.

 Em suma, esta é a indicada para quem procura muitos tons neutros de acabamento matte e alguns apontamentos de cor para dar mais interesse às maquilhagens. Para breve poderão ver a minha sugestão para um look de dia e para um look de noite.

 O que acharam desta paleta? Já tinham conhecido?

Beijinhos,
Joana R.


You may also like

5 comentários: