Mom's Life - O regresso ao trabalho

/
1 Comments
Hello,

Estou há um mês a trabalhar... só vos digo que morro de saudades das sonecas enroscados no sofá e das brincadeiras, e até das pequenas birras antes do almoço. Mas não se vive do ar, por isso lá tive que regressar.




A transição com o Alexandre correu bem. Geralmente saio de casa com ele e o pai a dormir.  Fica leitinho para o menino e almoço já preparado. Basicamente é "Eat, Sleep, Play, Repeat", sem stresses. Os primeiros dias foram mais chatos porque nasceram em simultâneo 6 dentes!!! Sim 6... e o Alexandre sofreu bem mais do que com os primeiros 2 (podem ler aqui). Mas felizmente não há ansiedade de separação nem nada do género. É mais a mãe que sofre disso que ele!

Não foi fácil regressar.  Um ano e meio fora do meu serviço, com elementos preciosos que eu respeitava e tinha como exemplo já fora, e cerca de 20 ou 30 caras novas.  Eu era um elemento de referência e agora muitos olham para mim como se fosse "só mais uma". Estranho, porque de facto já faço parte da mobília! Mas um mês depois já ganhei terreno, e quem já me conhecia tem o mesmo respeito e confiança que tinha antes. E felizmente, não me esqueci do que é ser enfermeira :) Antes de ir trabalhar não sentia saudades nenhumas... Mas depois de voltar apercebi-me que afinal havia algo que faltava, o cuidar do outro (ainda que tenha que ser maltratada de vez em quando).

Usufruo de todos os direitos que a nossa lei nos permite. Não faço horas nocturnas e horário acrescido. Apenas turnos de 8h com dispensa de 2h. Esta redução é preciosa para continuar a amamentar o Alexandre, algo que quero fazer até aos 2 anos dele (ou até ele querer, logo se verá). Digam o que disserem, há inúmeros estudos que demonstram os benefícios da amamentação até aos 2 anos. E não passa só pelos benefícios, é algo de uma proximidade com ele da qual não abdico. A todas as mães que não o fazem por pressão social ou da entidade empregadora, informem-se e denunciem. As multas são elevadas para quem retira este direito.

E pronto, ao fim de um mês de trabalho posso dizer que estamos bem. Era muito bom estar só com ele... Mas não consigo prescindir de algo que está intrínseco em mim, e estou feliz de ter regressado ao trabalho.
Mães por aí na mesma situação?  Como foi?

 (alguns dias saio a esta hora, faz toda a diferença para manter a rotina com o Alexandre e a amamentação)


Kiss kiss,
Catarina R. 


You may also like

1 comentário:

  1. Que bom! :) Fico muito feliz por estar a correr tudo bem contigo e com o Alexandre.
    Beijinhos

    www.andybefashion.com | Facebook | Instagram | Snapchat

    ResponderEliminar